Desenhando sem rascunhos ou planos prévios

11 Apr 2009 | publicado por dedos | 1 comentário

Tentarei, pela primeira vez, descrever uma das técnicas que utilizo para desenhar. É algo muito simples, porém requer extrema confiança no “acaso” e em si mesmo. Isso a torna um pouco mais difícil para iniciantes no desenho ou pessoas que não tem confiança em suas habilidades. Gostaria de me alongar também sobre isso, inicialmente. Perceberá o leitor que dou muitas voltas, e que o texto aqui é quase “filosófico” – não me interesso por guias passo-a-passo, a não ser que sejam extremamente necessários. Não espere um manual, pois essa técnica depende mais do indivíduo que a pratica do que qualquer outro fator.

Importantíssimo esclarecer: esta é apenas uma das técnicas que utilizo para desenhar, e em momentos específicos. Não é a solução para todos que desejam aprofundar-se na prática do desenho. Não considero o desenho como mera aplicação técnica de uma habilidade, e me sinto exposto ao compartilhar essa técnica publicamente. Se funciona para mim, não quer dizer que funcionará para você. Mas acredito que sempre há algo a se aprender.

Descobrindo um caminho ([o seu] entre milhões)

Talento, técnica, habilidade, são palavras que carregam intensa carga de significado. Além disso, são palavras muito relativas e os seus significados algumas vezes chegam a ser confundidos. Evito pensar nessas palavras.  Eu acredito que um pode sentir-se plenamente satisfeito com o ato de desenhar e os desenhos que faz, desde o início de seu aprendizado. Desenhe despretensiosamente, sempre que puder, se possível todos os dias. Você só irá sofrer se tiver alguma meta mirabolante na cabeça, como desenhar igual ao Mutarelli, ou algum objetivo pequeno (como fazer fan-art do seu mangá favorito) que logo será descartado, porque perceberá que pode fazer muito mais. Assim, aprofundar-se na técnica que tentarei descrever a seguir não será um problema. (more…)